03/04/13

Alento


As águas
do meu desassossego
desaguam nos teus olhos.
No teu olhar fluem,
e voltam a mim
na limpidez
do meu serenar.

maria eduarda

Sem comentários:

Enviar um comentário